A Importância da parceria Família/Escola

Alice Luana Pereira da Silva
Alice Luana Pereira da Silva

Por: Alice Luana Pereira da Silva*

Vivemos hoje na sociedade da tecnologia e da informação, a “velocidade” é a principal característica das ações humanas, tendo em vista que tudo é transformado rapidamente. A dificuldade de lidar com o tempo é uma das características mais marcantes da sociedade contemporânea.

Muitas e intensas foram às mudanças ocorridas nessa sociedade e, conseqüentemente, na escola e na família. A modernização das formas de trabalho, as transformações culturais e sociais, a ascensão do consumismo e a quebra dos valores e princípios morais e éticos são alguns dos principais fatores de mudança. Assim é fundamental que a escola e a família se adaptem a essa nova realidade que marca o cotidiano de cada uma, e percebam quais são seus verdadeiros papéis no desenvolvimento e formação das crianças.

A família precisa desenvolver a educação de valores e embasar o relacionamento entre pais e filhos, no afeto. Além disso, o diálogo precisa estar presente no dia-a-dia da família, fazendo com que pais e filhos tenham melhores condições de compartilhar dúvidas, angústias, alegrias e responsabilidades.

O amor dos pais ou de outros adultos é uma condição indispensável para a educação e crescimento das crianças. Quando os pais amam os filhos, estes desenvolvem atitudes positivas em relação a si mesmo, aos outros e à vida, os filhos aprendem a amar, verdadeiramente, amar a si mesmos, amar aos outros, amar a vida.

Os pais que se amam tendem a amar também os filhos. Estes se sentem confiantes, seguros, amantes da vida. Amar não significa dar liberdade absoluta, existem limites para a ação individual, limites estabelecidos pelas ações dos outros.

Portanto, observa-se que as ações que ocorrem na família refletem positiva ou negativamente na criança. Se as relações na família são alicerçadas no amor, nos limites, no diálogo e nos valores as crianças tendem a ter um melhor desenvolvimento. A efetiva formação dos alunos passa pela educação para formação de valores. Além disso, os pais que acompanham a vida escolar dos filhos e contribuem para sua aprendizagem dão exemplos muito importantes para seu desenvolvimento. Ao contrário, quando a família esquece-se de seu papel na formação infantil, fica difícil para a escola cumprir sua missão.

Se a parceria entre família e escola for formada desde os primeiros passos da criança, todos terão muito a lucrar. A criança que estiver bem vai melhorar e aquela que tiver problemas receberá a ajuda tanto da escola quanto dos pais para superá-los. Quando a escola, o pai e a mãe falam a mesma língua e têm valores semelhantes, a criança aprende sem grandes conflitos e não quer jogar a escola contra os pais e vice-versa

Transformar a realidade que marca o relacionamento entre famílias e escolas é fundamental para delinear uma nova realidade ao sistema educativo e a educação das crianças e jovens. Para tanto é necessário que a escola e a família se tornem parceiras ativas na busca de melhores condições de crescimento e desenvolvimento dos alunos.

Por isso é necessário que a relação da escola com o aluno, a família e a comunidade seja um espaço de convivência social, onde as pessoas cooperam, construam a sua identidade, preservem suas especificidades culturais e respeitem o pluralismo, com os ideais de construir uma sociedade mais igualitária, com liberdade de expressão, respeitando as necessidades individuais e considerando os aspectos sociais, políticos, culturais, antropológicos e psicológicos de cada um, para a formação e atuação autônoma dos seres humanos na construção de uma sociedade mais democrática.

*Alice Luana Pereira da Silva é Psicóloga do Colégio Pro Campus Criança e faz parte do Serviço de Apoio Pedagógico – SAP

Texto adaptado do artigo “Família e Escola:rompendo barreiras, fortalecendo relações”. Revista de Educação do IDEAU – v.4 – n.9 – Dezembro 2009.

1 comment

  • Demilda Costa Silva Santana
    / Responder

    É muito importante a participação dos pais na vida escolar de seus filhos, e isso tanto ajuda a escola como também incentiva os filhos a se dedicarem​ e buscarem novos conhecimentos.

Faça um comentário